terça-feira, 23 de maio de 2017

não vou temer



não vou temer

nesse estado de sítio
em que me encontro quanto surto
a mão nazista a mão fascista
desse estado absoluto
que mãe pariu bestas humanas
que árvore má gerou o fruto?

não vou temer sua conduta
na flor da pele a força bruta
o teu golpe de estado
se o meu estado é só abismo
abalo sísmico  na barbárie
que praticas cão danado
quando tua obrigação
é livrar  o povo desse estado

Artur Gomes Gumes


Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná